Siga-nos nas redes sociais

Efectue um pedido de assistência (PAT) Efectue pedido de acesso remoto (Apenas Clientes)

Workshop RGPD junta mais de 100 pessoas no Porto e em Lisboa

A primeira sessão do Workshop sobre o RGPD – Regulamento Geral de Proteção de Dados não poderia ter corrido melhor, na medida em que a sala de formações da Samsys, no Porto, ficou complemente esgotada, com a presença de 67 participantes interessados em ficarem mais esclarecidos sobre o RGPD e também sobre as soluções de software que foram apresentadas, para melhor protegerem as suas empresas.

Em Lisboa, a sala da Lispolis compôs-se com 34 participantes, embrenhados no tema que tanto está a inquietar as empresas nacionais. No total, no Porto e em Lisboa, mais de 100 pessoas assistiram ao Workshop RGPD.

RGPD

Inscrições para 2018

Ainda vai a tempo de se inscrever na próxima sessão, que decorrerá dia 21 de fevereiro de 2018, no Porto. INSCREVA-SE JÁ!

 

Sessão Workshop RGPD no Porto

Foi no dia 21 de novembro que se realizou esta iniciativa da Academia Samsys, que juntou oradores, participantes e organização, proporcionando uma oportunidade de networking no momento de coffee break, em que se juntou quase uma centena de pessoas.

O nosso Advogado convidado, especialista no tema, Daniel Alves da Cunha (AdC Advogados) explorou o tema RGPD, começando por explicar a sua definição de RGPD, o que exige o RGPD e que será aplicado de forma oficial a partir de 25 de maio de 2018.

Reforçou a ideia de que esta é uma lei que protege e fortalece a privacidade de dados pessoais, atingindo os residentes na União Europeia. Explicou que a grande diferença a que todas as empresas vão ter de se reger é que esta é uma medida que remodela a forma como as organizações passarão a abordar a privacidade dos dados pessoais. 

De forma prática, explicou que o tratamento de dados é algo que toda a gente faz no quotidiano e que o RGPD surgiu para alertar e sensibilizar para esta tarefa.

RPGD

Esclareceu ainda a quem se destina o RGPD – todas as entidades que recolham/processem dados de pessoas residentes na UE – e tirou dúvidas específicas sobre o procedimento no caso das micro e pequenas empresas, que têm dúvidas sobre como selecionar um responsável para fazer este controlo a que a lei obriga – denominado Encarregado de Proteção de Dados.

Outros pontos abordados foram o tipo de dados a que se refere a lei e o que são “dados pessoais”. Assim, referia-se a qualquer informação relativa a uma pessoa singular identificada ou identificável.

“Dados pessoais referem-se a qualquer informação relacionada com uma pessoa, seja sobre a vida privada, profissional ou pública.”

 

Informar para Prevenir

Este Workshop foi bastante útil para quem procurava ser alertado para os principais cuidados a ter para evitar eventuais multas.

“Quando faculto dados pessoais tenho de saber onde está armazenada, quem vai tratar os dados e como vai ser processada essa informação”.

Um dos principais cuidados que a sua empresa terá de cumprir é o ónus de provar que cumpre na íntegra o regulamento.

“Temos a obrigação de, em 72h, denunciar quando nos apercebemos de algum ataque informático ou fuga de dados”.

Os presentes tiveram acesso aos principais novos direitos para os titulares dos dados e os mais recentes deveres para as entidades.

Ao terminar a apresentação, Daniel identificou exatamente o que fazer para cumprir o RGPD.

Para quem ficou com dúvidas, houve espaço para dirigi-las diretamente ao especialista.

 

Soluções de Software 

Como complemento a esta completa apresentação, que se distinguiu ainda mais, pela linguagem absolutamente acessível utilizada para fazer passar a mensagem a todos os presentes, contou-se ainda com a apresentação de 4 soluções de software que colmatam na perfeição as necessidades, acabando por ser transversais a todas as empresas.

Assim, as soluções apresentadas foram:

Endpoint Protector, Adaptive Defense, Shadow Protect e Watchguard.

As soluções apresentadas têm vantagens como barramento no acesso a dados pessoais, barramento no roubo de dados pessoais, barramento de câmaras de telemóvel (na tentativa de fotografar esses dados pessoais), de soluções de backup, entre muitas outras soluções. Preencha o formulário abaixo caso queira saber mais informações sobre cada uma das soluções mencionadas.

 

Testemunhos

“Foi bastante interessante. No cômputo geral foi muito positivo. As dúvidas que trazia foram esclarecidas”. Rute Nunes, Sintética

 

“Está a ser bastante interessante a abordagem, o seguimento, que é mais prático (…) Ler um regulamento nem sempre traz o sumo que se pretende. Aqui estamos a ter uma aplicação mais prática do tema, o que permite percebê-lo melhor”.
(…) Aguardo o convite para mais iniciativas, acho isto bastante interessante, até pelo networking que se faz nestes momentos”. Carla Mêda, Quantal Group

 

“Vinha mais interessado na segunda parte da apresentação, que tinha mais a ver com software de apoio de controlo quer de intrusão, quer da própria exposição que normalmente há nesta temática. Nessa área foi muito útil, sinceramente.
Tenho tido contacto com este tema ao longo do último ano, principalmente, mas é sempre interessante ouvir mais alguém a falar sobre o assunto e esclarecer mais pormenores e entretanto com a nossa atividade vão surgindo dúvidas e assim temos oportunidade de as esclarecer.
Às vezes não temos a noção total do grau de exposição que temos. Estamos de tal forma habituados a utilizar as ferramentas que estão ao nosso dispor que ignoramos totalmente a exposição com que estamos.
Todas as soluções foram interessantes, desde a Panda, WatchGuard, a outras e eu vou aprofundar cada uma delas para perceber se se aplicam à minha empresa”. Pedro Moreira, Decorgel

 

“É um tema pertinente. Obviamente todos nós, quer a nível pessoal ou profissional teremos de estar motivados e interessados nesta temática, uma vez que nos vai tocar a todos. Cabe-nos a nós, de uma forma proativa começar a explorar aquilo que a partir de maio de 2018 será uma evidência.
Eu já acompanho este tema há mais de um ano, por isso estamos a fazer um esforço para cumprir o complience.
(…) Aqui, tendo em conta que é um conjunto de boas práticas, há um espaço cinzento, para interpretação para aquilo que devemos ou não devemos fazer, ou qual o detalhe com que o devemos fazer. Essa é uma prática que nos traz alguma preocupação, saber até que ponto, por muito que estejamos a evoluir e a trabalhar no caminho certo, ela estará efetivamente de acordo com aquilo que a norma virá exigir de nós”. Carlos Esteves, Winprovit

 

Sessão Workshop RGPD em Lisboa

Decorreu hoje, dia 23 de novembro, a segunda sessão, na Lispolis em Lisboa. Saiba como corre esta edição e acompanhe o álbum de fotografias através das nossas redes sociais: Facebook, LinkedIn e Twitter.

RGPD

 

Para saber mais informações sobre as soluções que ajudam a sua empresa a proteger-se e preparar-se para o RGPD, contacte-nos através do formulário que se segue:

por: Samsys Portugal